"Multiplica os teus olhos para verem mais.
Multiplica os teus abraços para semeares tudo."
Cecília Meireles

sábado, 1 de outubro de 2011

Outubro - Poema de Luiz de Miranda

Será outubro

quando descubro

a luz da estrela

quando na estrada

transita livre

a pérola do sonho


Será outubro

quando no ombro

a pomba branca

que diz um menino

escrevendo o destino

seja a esperança


Será outubro

nos olhos do país

quando a lua nova

brilhando o rubro

clarão da aurora

ensina a ser feliz


Será outubro

quando os xales do vento

com que me cubro

estenderem sua sombra

sobre o mover lento

do amor dos abandonados


MIRANDA, Luiz de. Livro dos meses. São Paulo: FTD, 1997. (Coleção falas poéticas). p. 25.


Nenhum comentário: