"Multiplica os teus olhos para verem mais.
Multiplica os teus abraços para semeares tudo."
Cecília Meireles

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Morre o escritor Moacyr Scliar

Vocês se lembram da história Nem uma coisa, nem outra, contada no concurso Pequenos Contadores de Histórias - 2009 (atual Concurso Contadores de Histórias Julia Gabrieli)?


A comovente história de Moacyr Scliar foi contada pela aluna Rebeca Rodarte Pedrosa, que ficou em primeiro lugar, dentre os alunos do Segundo Ano. Na ocasião, muitos conheceram pela primeira vez um texto de Scliar na voz da aluna.




Ontem, 27 de fevereiro de 2011, Moacyr Scliar morreu em Porto Alegre, deixando uma obra belíssima que continuará encantando sempre a todos.

Nacido em Porto Alegre (RS) em 23 de março de 1937. Moacyr Scliar gostava de lembrar que em sua família de imigrantes do Leste Europeu todos eram bons contadores de histórias. E essa alegria em compartilhar experiências de vida e causos foi decisiva para conduzi-lo ao mundo dos livros. Sua obra inclui contos, crônicas, romances e ensaios.



Cinco questões para Moacyr

Livro que marcou sua infância: A chave do tamanho de Monteiro Lobato.


Livro que fez sua cabeça na adolescência:

Capitães de areia de Jorge Amado.


Aventura que leu e gostaria de ter vivido:

As aventuras do índio Tibicuera de Érico Veríssimo



Motivo para ler um livro: Encantar-se.

Motivo para escrever um livro: Encantar.


Fonte: Cinco questões para Moacyr. In: SCLIAR, Moacyr. O tio que flutuava. São Paulo: Ática, 2002. (Quero ler), p. [83].


Nenhum comentário: